Quem sou eu

Minha foto
Professora graduada no Curso Normal Superior pela Universidade de Uberaba-MG,pós-graduada em Coordenação Pedagógica-UFOP-MG, atuando na área de Ensino Fundamental e Médio.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

O CARTEIRO  CHEGOU
Contos infantis e gêneros textuais




O livro contém diversos contos que trazem um carteiro como personagem principal e que realiza a sua tarefa entregando cartas para destinatários que são personagens das histórias dos contos infantis tradicionais. Assim, dentro do suporte envelope, são anexados a ele, no decorrer da história, vários gêneros textuais, com diferentes propósitos comunicativos, conforme se vê no quadro:


Oficina 1:
- Apresentação da situação e do projeto à classe:
 * Ler diferentes cartas trazidas pelo carteiro para atualizar a leitura dos contos infantis tradicionais e produzir uma carta final para um dos personagens de histórias infantis tradicionais.
 - Roda de leitura: relembrando os contos tradicionais presentes nos livros.

Objetivos
 * Motivar os alunos em torno de um projeto de comunicação coletivo: leitura e produção de cartas.
•Recordar com os alunos a sinopse dos contos infantis tradicionais.
•* Reunir as crianças em grupo para registrar as sinopses.
- Dramatização para reconhecimento de algumas personagens de contos infantis.

 Oficina 2
- Um pouquinhos de história: o desenvolvimento dos meios de comunicação.

Objetivos
* Compreender o desenvolvimento dos meios de comunicação a partir da leitura crítica da reportagem
* Recados do passado- veja como as pessoas trocavam mensagens em diferentes épocas, publicada pela Revista Recreio (n° 420, 27/03/08)


Oficina 3
- Reconhecimento das condições de produção do gênero textual 1: carta de pedido de desculpas

Objetivos
•Discutir por meio da leitura dos gêneros os elementos principais do contexto de produção por meio de um quadro comparativo entre eles.
* Debater oralmente para identificar as opiniões dos alunos.
•* Escrever uma lista de constatação sobre o gênero.

Oficina 4
- Reconhecimento das condições de produção gênero textual 2: panfleto de propaganda

Objetivos:
•Analisar, por meio de uma aula de leitura, duas propagandas de um mesmo produto voltadas a públicos distintos: a primeira a meninos e a segunda a meninas;
•* Refletir com as crianças, por meio do planejamento de uma aula de leitura sobre: o poder da propaganda, a importância dos destinatários, os recursos visuais tendo em vista os destinatários.
•* Leitura crítica do panfleto do livro, destinado à bruxa malvada, reconhecendo seus elementos do contexto de produção.

Oficina 5
- Reconhecimento das condições de produção gênero textual 3 e 4 : cartão postal e cartão de aniversário

Objetivos:
•Praticar a escrita de um cartão de aniversário trazido pelo professor.
•* Ler um cartão postal trazido pelo professor .
* Comparar os gêneros anteriores por meio de um quadro destacando-se os elementos do contexto de produção.
•* Escrever um registro com os alunos sobre as descobertas realizadas.

Oficina 6
- Reconhecimento das condições de produção dos gêneros textuais 4 e 5: carta de comunicação de publicação de livro e carta de comunicado de despejo.

Objetivos:
*Retomar os pontos aprendidos sobre a carta de pedido de desculpas.
•Ler as cartas presentes no livro.
*Praticar o reconhecimento do objetivo das cartas e de seus destinatários.
•* Escrever um registro diferenciando as três cartas trabalhadas.

Oficina 7
-A produção coletiva/grupo de uma carta para um personagem de um conto infantil trabalhado para dar continuidade ao livro

Objetivos:
*Produzir uma nova carta (em grupos) a ser levada pelo carteiro para uma personagem conhecida de contos infantis, a fim de continuar o processo de intertextualidade intergêneros.
•Realizar um debate oral sobre algumas possibilidades de gêneros e de situações para a carta.
•* Orientar o processo de planejamento.
•* Expor as cartas na sala.







CARTA
 Carta é objeto de correspondência, com ou sem envoltório, sob a forma de comunicação escrita, de natureza administrativa, social, comercial, ou qualquer outra, que contenha informação de interesse específico do destinatário, de acordo com a Legislação Brasileira.  
 A carta é o elemento postal mais importante, é um meio de comunicação visual, constituída por algumas folhas de papel fechadas em um envelope, que é selado e enviado ao destinatário da mensagem através do serviço dos Correios.   
Nos primórdios da entrega das cartas quem pagava a postagem era o destinatário e isso só se alterou com a criação dos selos quando se passou a, previamente, o remetente colocar na sobrecarta (envelope) a quantidade de selos correspondente ao porte (valor da tarifa de serviço), garantido assim a entrega da carta ou a sua restituição no caso de não ser encontrado o destinatário.   
Atualmente a carta vem sendo substituída pelo e-mail que é a forma de correio eletrônico mais difundida no mundo, mas ainda há pessoas que pelo simples prazer de trocar correspondências físicas preferem utilizar o método da carta.  

 



















Um comentário: